Instalando Magento de forma prática e rápida com SSH

Olá amigos, sabemos que o Magento E-commerce é uma poderosa plataforma para criação de Lojas virtuais, mas também sabemos que a ferramenta é muito complexa, certo? Errado!

A ferramenta não é complexa e o processo de instalação não é tão complicado assim como muitos imaginam.

A questão é que o sistema foi desenvolvido em uma linguagem/framework que facilita apenas a vida de programadores e/ou desenvolvedores experientes.

Seu core é todo trabalhado com XML, dificultando assim aqueles usuários que viviam efetuando alterações e adaptações em outros sistemas que entregavam o código assim, digamos, de bandeja.

Mas para não perder o fio da meada, voltando a questão da instalação, o difícil não é instalar o Magento e sim preparar o terreno para que essa poderosa plataforma seja instalada de forma rápida e eficaz.

Tudo que você precisa é escolher um host que atenda os requisitos necessários para que o Magento rode normalmente.

Óbvio, existem outros recursos extras que podem melhorar e muito o funcionamento do sistema, mas isso vai ficar pra um outro artigo.

Para a instalação da plataforma, você precisa apenas de alguns minutos. Talvez, segundos. Entendo que todos já estejam cientes de que para a instalação do Magento requer (de preferência) um servidor Linux com ao menos 1 banco de dados Mysql. Então, pularei essa parte, ok?

O Magento é uma plataforma grande (veja bem, eu disse grande e não complexa). Estamos acostumados a ver usuários enviando os arquivos manualmente através de um FTP Client como Filezilla, etc, mas isso demora, não? Principalmente se seu servidor for compartilhado e sua internet lenta.

Bom, também sabemos que existem maneiras de enviar o arquivo zipado para o servidor usando FTP e descompactá-la usando um comando no SSH. Ok, compreendo e concordo que otimiza um pouco o processo de envio do Magento ao servidor, visto que este envio é mais eficaz.

Mas e se eu disser que existe uma maneira muito, mas muito mais rápida de instalar o Magento?

O Magento oferece a possibilidade da instalação do sistema ser automatizada usando SSH, puxando a versão mais recente do sistema direto de seus servidores.

Dessa forma, você não precisa fazer aquele processo demorado de baixar o Magento para sua máquina, descompactar, organizar e enviá-lo novamente pro servidor.

Você não precisa ter nenhum conhecimento em programação, em linux e muito menos conhecimento profundo em SSH.

Basta usar a técnica que os primórdios criaram e que é usada até hoje (CTRL+C e CTRL+V), ou quase isso, como veremos.

Nota: O SSH é, ao mesmo tempo, um programa de computador e um protocolo de rede que permitem a conexão com outro computador na rede de forma a permitir execução de comandos de uma unidade remota.

Liberação de acesso via SSH

É importante frisar que nem todos os hosts permitem acessos via SSH.

Portanto, antes de testar o que vamos orientar aqui, entre em contato com seu host a fim de confirmar essa possibilidade.

Geralmente, na maioria dos hosts essa opção é liberada por padrão.

Em outros, você pode liberar essa opção manualmente dentro do painel de hospedagem.

Depois de todas as análises e verificações, vamos ao que interessa.

Bom, agora que você sabe que seu host permite conexão SSH (torço fielmente pra isso), você precisa escolher o software/terminal que permita essa conexão.

Se você usa windows, o programa indicado é o Putty.

Trata-se de um sisteminha simples e leve que pode ser baixado aqui.

magento-imagem-ssh-01

E pra Linux?

Mas e você, amanda do Linux? Bom, tenho certeza de que você nem se preocupará com isso, visto que o terminal padrão do sistema já permite SSH.

magento-imagem-ssh-02

Não esqueçamos do MAC

Já no Mac, existem diversos APP’s que resolvem esta questão, mas eu gosto muito do terminal de conexão SSH do Coda, um magnífico APP para edição de texto e códigos.

magento-imagem-ssh-03

Depois de conectado, seja qual for o software, você terá o acesso a um terminal semelhante ao já conhecido MS-DOS ou Prompt de Comando do Windows.

Os comandos, inclusive são semelhantes.

Comandos básicos

Também não vou entrar em detalhes relacionados aos comandos do SSH, mas no geral são simples e fáceis.

Os comandos que mais utilizaremos são comandos semelhantes aos já vistos em outros terminais.

Aqui vão alguns:

Avançar uma pasta

cd + espaço + nomedapasta

Voltar uma pasta

cd ..

Criar novas pastas

mkdir + espaço + nomedapasta

Limpar tela do terminal

clear

Acredito que esses sejam os comandos básicos essenciais para nossa tarefa deste post.

Após logado no servidor via SSH, geralmente vocês cairão antes da pasta raiz.

Geralmente essas pastas raizes são “www”, “public_html”, mas isso dependerá da particularidade do servidor.

Mas de qualquer maneira, vamos listar os arquivos e pastas usando o comando “ll” conforme vimos anteriormente.

magento-imagem-ssh-04

Note que aparece em cor azul a pasta “www”, indicando que a estamos em um local que contém apenas a pasta “www”, que é a raiz.

Nota: O terminal destaca em cores determinados tipos de arquivos e pastas, diferenciando um dos outros.

Vamos digitar “cd + Espaço + www” para entrarmos na raiz do servidor. Dentro da raiz, digitaremos “ll” e poderemos ver todas as pastas e arquivos.

Você poderá navegar até a pasta que deseja ou criar uma pasta para a instalação da loja.

No meu exemplo, criei uma pasta teste, chamada “lojamagento” e para isso usei o comando abaixo:

mkdir + espaço + lojamagento

Você deve entrar nessa pasta e dentro do terminal copiar e colar esse código:

wget http://www.magentocommerce.com/downloads/assets/1.7.0.2/magento-1.7.0.2.tar.gz

A plataforma Magento será baixada compactado diretamente do servidor do Magento para seu servidor de forma rápida e segura.

magento-imagem-ssh-05

Em relação ao método tradicional e enviar os arquivos manualmente usando FTP, esse processo é bem mais rápido, concordam?

Vamos aguardar até completar 100% e depois vamos listar os arquivos usando o comando “ll”.

Você notará que agora existe o arquivo compactado, no nosso caso “magento-1.7.0.2.tar.gz”, mas esse nome poderá mudar de acordo com a versão atual do sistema.

Agora, vamos descompactar o arquivo, mas diferentemente do comando “unzip”, iremos usar o comando tar, visto que o arquivo está compactado em “tar.gz”.

tar -zxvf magento-1.7.0.2.tar.gz

magento-imagem-ssh-06

Este processo também será rápido.

Agora, vamos listar novamente os arquivos e verificar que existe uma pasta “magento”, além do arquivo compactado.

Vamos mover todos os arquivos de dentro da pasta “magento” para a pasta “lojamagento” usando o comando abaixo:

mv magento/* magento/.htaccess .

Vamos agora setar as permissões devidas às pastas necessárias com o código:

chmod -R o+w media var

E depois

chmod o+w app/etc

Sei que neste exato momento você vai se lembrar quando dávamos as permissões de pastas no formato convencional, naquele processo interminável.

Por final, vamos deletar o arquivo compactado com o comando abaixo:

rm -rf magento/ magento-1.7.0.2.tar.gz

Feito isso, basta agora você acessar o caminho onde instalamos a loja, no nosso caso: www.site.com.br/lojamagento e prosseguir com o processo de instalação da Loja.

2017-01-24T20:25:09+00:00